Data da ultima atualizaçao
Pulmonar - Pela sua Saúde Respiratória - Evite o cigarro 03/08/2012



Evite o cigarro


Parar de fumar: pra quê?

O cigarro pode causar diversas doenças, não só pulmonares, mas também de outros órgãos. Existem mais de 4000 substâncias na fumaça do cigarro que podem causar câncer, doenças cardíacas e respiratórias. Ao parar de fumar, o organismo pode se recuperar gradativamente e o risco dessas doenças vai diminuindo. Quanto mais cedo for a decisão de parar de fumar, melhor é o resultado. As pessoas que não fumam vivem mais tempo e com uma qualidade de vida melhor.  

O que causa a dependência ao cigarro?
A nicotina é a substância responsável pela dependência ao cigarro. Em poucos segundos após a tragada, a nicotina atinge o cérebro e estimula a liberação de diversas susbtâncias responsáveis por uma sensação de prazer e bem-estar. Com o tempo, o cérebro vai se adaptando e precisa de doses cada vez maiores de nicotina para conseguir ter as mesmas sensações prazerosas. Isso é chamado de “tolerância”, sendo uma das características da dependência. A nicotina, entretanto, é um falso amigo: além de também causar doenças, leva junto com ela todas as outras 4000 substâncias que não causam prazer, apenas fazem mal à saúde!

Existe uma maneira de saber o grau de dependência à nicotina?
Existe um questionário para saber o seu grau de dependência à nicotina, chamado questionário de Fagerstrom (clique aqui). Vale salientar que, independente do seu grau de dependência, os efeitos maléficos do cigarro são os mesmos. O que muda frente ao resultado do teste são as estratégias de tratamento. Discuta com seu pneumologista!

Existem medicações para parar de fumar?
Força de vontade é essencial para mudarmos qualquer tipo de comportamento ou hábito. Entretanto, em algumas situações, como o ato de fumar, existem fatores que dificultam essa tarefa devido ao efeito maléfico de algumas substâncias presentes no cigarro que favorecem a perpetuação do vício. Ao parar de fumar, o organismo "sente falta" da nicotina, exigindo que se volte a fumar para que os sintomas ruins da abstinência desapareçam. As medicações utilizadas no tratamento do tabagismo atuam exatamente aí: eliminam os sintomas de abstinência, tornando o processo de parar de fumar bem mais fácil! É claro que só as medicações não são suficientes... Força de vontade e acompanhamento especializado também são importantes para se definir estratégias para combater a vontade de fumar e desvincular o cigarro das atividades do dia-a-dia. O que parece impossível, pode ser muito mais fácil do que parece! E agora, que tal pensar em parar de fumar?

Autora: Roberta Pulcheri Ramos
Atualizado em 31/08/2010



© 2017 www.sppt.org.br - Este site é mantido pela Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia
O conteúdo publicado neste site possui caráter meramente informativo. as informações aqui publicadas não devem ser usadas para a execução de diagnósticos, procedimentos ou tratamentos sem prévia orientação médica.
Consulte sempre o seu pneumologista.

Itarget